17 Jun 2017 | 20:07:56

De ponta a ponta, Xique Prateada conquista batismo clássico em Cidade Jardim

Tordilha de Carlos César Carlindo foi a melhor no Clássico Pres. Luiz Nazareno T. De Assumpção (L).

Xique Prateada não deu chance às adversárias

Imagem: Marília Lemos

Uma das atrações da reunião promovida neste sábado (17) no Jockey Club de São Paulo, o Clássico Pres. Luiz Nazareno T. De Assumpção (L), em 1.600m na raia de areia, para éguas de 3 e mais anos, foi vencido, de ponta a ponta, por Xique Prateada, 4 anos, filha de Blade Prospector e Limalha de Prata (Minstrel Glory), de criação do Haras Ponta Porã e propriedade de Carlos César Carlindo.

Veloz, Xique Prateada tomou a dianteira na largada. Joana Bold (Bold Start) corria em segundo, acionando Pixilim (Agnes Gold) e Friends of Gold (Vettori) nas posições subsequentes. Olympic Finland (Manduro) era a quinta. 

Na curva, Brave Caroline (Elusive Quality) avançou, aberta, na disputa pela segunda colocação. Ela, juntamente de Joana Bold e Pixilim "encostaram" em Xique Prateada cuja vantagem caiu para 1 corpo sobre o trio, na entrada da reta final. Pela cerca, Friends of Gold buscava passagem.

Abordado o tiro direto, Nelito Cunha logo pediu por Xique Prateada, que correspondeu de pronto. Em questão de poucos metros, a tordilha aumentou sua vantagem na primeira posição, ao passo que Friends of Gold tentava, em vão, se aproximar da ponteira. 

Sem dar impressão de que perderia o páreo em qualquer momento da reta de chegada, Xique Prateada rumou absoluta para o disco. Friends of Gold formou a dupla a 4 corpos e 1/4. Mizuki (por Refuse To Bend, 7 e 1/2) foi a terceira e Turmalina Charm (por Plenty of Kicks, 7 e 1/2) a quarta. Velha Máquina (por Redattore, 11 e 1/4) completou o marcador.

Depois chegaram Brave Caroline, Joana Bold, Pixilim e Olympic Finland. 

Preparada em Curitiba/PR por C. Santos, Xique Prateada obteve sua sexta vitória em 21 corridas. Na sua primeira conquista clássica, a corredora percorreu a milha na marca de 1:34.95.

Mais notícias

Enólogo confirma favoritismo na Prova Especial Formastérus

Alazão do Stud Sweet Dani mostrou adaptação ao percurso alentado.

Ler na íntegra

Veloz e resistente, Fidedigno vence mais uma na Gávea

Destinado a produtos de 3 e mais anos, o Clássico Luiz Rigoni (L), em 1.400m na pista de grama, para produtos de 3 e mais anos, foi disputado nesse domingo (12) na Gávea e foi vencido pelo favorito Fidedigno, 5 anos, filho de Forestry e Freida Benz (Orpen), criado na Argentina por Julio Rafael de Aragão Bozano e pertencente ao... [continua ]

Ler na íntegra

Porto Alegre: Public Job e Best Dubai dominaram clássicos locais

Provas de meio fundo marcaram as principais atrações da reunião gaúcha.

Ler na íntegra