Banner Haras Regina
18 Jun 2017 | 19:40:46

EUA: High Hours forma a dupla na estreia

Crioulo de BGC Thoroughbreds Stud competiu num allowance optional claiming em Arlington Park.

High Hours estreou com boa corrida

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Disputado neste domingo (18) em Arlington Park, nos Estados Unidos, um allowance optional claiming, com US$ 29 mil de bolsa, para produtos de 3 e mais anos, na distância de 1.000m sobre all-weather track (pista sintética), marcou a estreia do brasileiro High Hours (6, filho de Put It Back e Lasagna, por Bright Again), de criação de BGC Thoroughbreds Stud e propriedade de Team Valor Stud, nos Estados Unidos. No disco, High Hours formou a dupla, a 1 corpo e ¼ do ganhador Singingintheheat.

Conduzido por Blake Shinn, High Hours correu em quarto, durante a maior parte do percurso. Avançando na reta final, High Hours passou para segundo – com Voodoo Spell (Roar of The Tiger) terminando em terceiro, a focinho do brasileiro. Filho de Latent Heat e Singinginthestreet (Street Cry), o ganhador foi criado por Liberation Farm & Brandywine Farm e pertence a Shana A. Schiemann, que também é sua treinadora. Pilotado por Christopher Emigh, Singinginthestreet assinalou 58.04 para o quilômetro.

Treinado por Wesley Ward, High Hours não corria desde agosto no passado. No Brasil, competindo para os interesses do Stud Mandrake e treinado por Marcos Decki, High Hours conquistou 4 vitórias e 5 segundos lugares em 9 atuações. Vencedor do GP Copa ABCPCC Velocidade – Mário Belmonte Moglia (gr.III) e do Clássico Pres. Marcio Corrêa de Toledo (L), High Hours obteve, ainda, segundos lugares nos Grandes Prêmios Major Suckow (gr.I, duas vezes), ABCPCC (gr.I), Proclamação da República (gr.II) e GP Copa ABCPCC Velocidade – Mário Belmonte Moglia (gr.III).

Mais notícias

EUA: Juno faz forfait em G2 por mudança de pista (atualizado)

Destaque da programação de ontem (18) em Santa Anita Park, nos Estados Unidos, o Buena Vista Stakes (gr.II), para éguas de 4 e mais anos, com US$ 200 mil de bolsa, marcaria o retorno da brasileira Juno (por Setembro Chove, de criação do Stud Chesapeake) às competições. A corredora, todavia, fez forfait, em razão da mudança de pista da raia... [continua ]

Ler na íntegra

Fiorella Di Tiger foi a melhor na Prova Especial Depressa

Filha de Tiger Heart conseguiu sua primeira vitória na chamada clássica de São Paulo

Ler na íntegra

Perbene esbanja categoria no Grande Prêmio Major Suckow (gr.I)

Vitória inconteste do defensor do Stud Sampaio conferiu-lhe status, em definitivo, de melhor velocista do Brasil.

Ler na íntegra